Ambiente destinado a liberdade de expressão sobre os mais variados assuntos.

Ora, destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo?
Salmo 11:3

Porque nada podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade.
2 Coríntios 13:8








quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Muros de Areia


Sempre que posso, costumo levar meu filho Mateus para brincar na praia aos sábados pela manhã. Como moramos em apartamento, apesar de espaçoso, fico imaginando sua alegria ao ver-se livre daquelas paredes.
Como sempre faço ao chegar a praia, escolho um lugar apropriado para construir um muro de areia, aonde as águas cheguem com menos força, para que ele possa brincar na areia e ao mesmo tempo desfrutar da água gelada do mar aqui onde moro.
Sempre faço bons muros de areia. Desta vez, fiz o melhor, mais alto e mais modelado muro até então.
O mar estava mais agitado do que de costume e as suas ondas quebravam próximo ao muro, mas o muro resistia firmemente. Ali, vendo o Mateus brincar e as águas baterem contra o muro, fiquei admirando minha excelente obra.
Depois de alguns minutos, fui brincar de bola com meu filho e deixamos o muro alto para trás. Ele ama uma bola. Depois de uns 20 minutos, voltamos para nosso ponto de partida. Mateus foi brincar na areia, mas, percebi que algo já não estava como antes. O imponente muro que eu havia construído, já não estava mais de pé.  Havia sido completamente destruído pelas ondas que estavam ainda mais agitadas e bravias. O muro não resistiu e fora completamente destruído. Curiosamente, não havia nem mais vestígios da sua existência. O terreno estava plano e era como se jamais houvesse construído um muro ali.
Fiquei olhando as ondas que iam e vinham sobre a área em que o muro estava. Fui levado a pensar sobre o coração pecaminoso e o gracioso perdão de Deus.
Quantos muros pecaminosos levantamos em torno do nosso coração! Quantas vezes nos aplicamos em levantar muros cada vez mais altos para preservar o que deveria ser destruído? Quantas vezes queremos preservar aquilo que construímos e que julgamos ser importantes, mas que na realidade, não passa de orgulho, vaidade e soberba da vida?
Quantos muros construímos em torno do nosso coração, pois na realidade, confiamos mais nas obras de nossas mãos do que na ação do bom pastor que é Jesus.
Olhando para o terreno completamente varrido pelas ondas bravias do mar, pensei: assim como as ondas bravias do mar, destruíram o muro que eu havia construído, e acertaram o terreno, sem deixar vestígios, assim também deveria acontecer com o meu coração.
Os muros levantados, indicando minha desconfiança na ação e no cuidado do bom pastor Jesus, deveriam ser destruídos, não pelas ondas bravias, mas pela preciosa graça de Deus.
Ó precisa graça, que insiste em alcançar os filhos de Deus!
Ó preciosa graça, que valida toda a vontade do Altíssimo!
Ó preciosa graça, que derruba os nossos pecados e limpa plenamente nossos corações!
Ó preciosa graça que faz lembrar a fragilidade das minhas obras!
Ó preciosa graça que faz lembrar a fragilidade das minhas mãos!
Ó preciosa graça que faz resplandecer a obra do bom pastor Jesus!
Ó preciosa graça que faz exaltar as obras das mãos do Redentor Jesus!
Ó preciosa graça que me faz lembrar que Ele tem cuidado de mim!
Com os olhos lacrimejantes, chamei meu filho para irmos embora, pois já estava quase na hora do almoço. Antes de irmos, falei com ele o que estava pensando e sentindo e falei a ele que confiasse de todo o coração em Jesus.
Meu filho Mateus, de 1 ano e 9 meses, curiosamente sorriu, me deu uma abraço e disse: “tchau paia”.
Tchau praia, tchau muro, tchau confiança em si mesmo.
Bendita graça e bendito seja Deus e nosso senhor Jesus Cristo!

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

Noemi disse...

VISITANDOLES NUEVAMENTE DESDE EL SALVADOR CENTROAMERICA, DESDE MI BLOG www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
RECIBAN MUCHISIMAS BENDICIONES